Reportagem: Crystal Castles (Hard Club)

Hard Club electrificante pelas mãos de Crystal Castles

Desde 2004 que trabalham juntos e o resultado é contagiante. Oriundos de Toronto, têm corrido o mundo para mostrar o seu trabalho. Alice Glass e Ethan Kath passaram este fim-de-semana por Portugal para apresentar ao público o mais recente álbum, “III”, que serve de homónimo ao terceiro trabalho da dupla.

São electrificantes e, por isso mesmo, não havia sala melhor para os receber, a Norte, do que a Sala 1 do Hard Club. O ambiente foi aquecendo com o Dj Raw Paris e, pouco tempo depois das 22h, a agitação e os braços no ar davam conta da entrada da dupla: os Crystal Castles subiam, assim, ao palco do Hard Club. A estridente conjugação das luzes com a voz de Alice e o trabalho de Ethan levaram ao rubro a plateia.

A energia de Alice foi imediata e o público correspondeu de igual forma. Os pontos mais altos foram os clássicos “Untrust Us”, “Alice Practice” e “Not in Love”, uma música que a dupla gravou com o vocalista dos The Cure, Robert Smith, bem como algumas músicas do último álbum como “Insulin” e “Affection”. As várias vezes que as mãos do público foram o palco de Alice serviram de personificação à confiança e versatilidade da banda. O crowsurfing da vocalista repetiu-se várias vezes durante os cerca de 90 minutos de espectáculo e, de todas essas vezes, o Hard Club consagrou-se, para o público, para Ethan e para Alice, como o País das Maravilhas.

Com a ambição de um terceiro disco completamente diferente, a banda quis mudar o rumo do seu trabalho, sem esquecer os dois primeiros álbuns. “Plague” foi esse carimbo de mudança mas, ainda assim, a dupla mantém-se fiel ao género e à peculiaridade da sua música e o concerto no Hard Club confirmou isso mesmo: um público maduro que conhece o trabalho da banda e a acompanha.

Numa viagem musical por todo o seu trabalho, os Crystal Castles confirmaram a qualidade no actual panorama electrónico mundial. O espectáculo de luzes, de teclas e de voz criou a atmosfera ideal para a música da dupla canadiada. A sala quase cheia confirmou, assim, o sucesso da dupla, bem como a entrega ao trabalho genuíno dos Crystal Castles.

Hoje é a vez de a banda tocar em Lisboa, na sala TMN ao Vivo.

Texto: Ana Guedes

crystal castles

0

Comentários

Comentários

Leave A Comment

Your email address will not be published.